Google

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Sabesp e SPTV, tudo a ver

Da coluna "Toda Mídia", de Nelson de Sá, na Folha de S. Paulo de hoje:

No primeiro "SPTV", meio-dia, "é o maior volume de água nos últimos três anos". Um pouco menos, na verdade, "é a maior chuva registrada em um único dia desde 2007". E "chove sem parar", "choveu, em oito dias, 70% do que deveria chover em todo o mês", "chuva parou São Paulo" etc.
No segundo "SPTV", além de chuva e mais chuva, as mortes todas em "área invadida", em "costa ocupada irregularmente". Diz alguém da prefeitura que "difícil é convencer as pessoas a saírem da área de risco". Quanto ao alagamento da Marginal Tietê, é resultado do "entulho", do lixo que é jogado pelas pessoas e que a chuva "varreu para o rio".
No final, "oferecimento, Sabesp".

Sobre isso, leia também: http://bit.ly/67z9oN


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Corrupção pode melar enredo vendido
da Beija-Flor


A Beija-Flor de Nilópolis vendeu o seu enredo para o Carnaval de 2010. O governo do Distrito Federal (DF), através da Brasiliatur, vai pagar R$ 3 milhões para a escola apresentar na Sapucaí enredo sobre os 50 anos da Capital Federal.

O problema é que foi descoberto esquema de corrupção do governador José Roberto Arruda (DEM), com imagens do pessoal guardando dinheiro na meia, na cueca. Uma festa!

Arruda iria nesta semana fazer uma visita ao barracão da Beija-Flor, obviamente cancelou. Os R$ 3 milhões ainda não foram totalmente pagos, e talvez nem serão. O Carnaval da Beija-Flor pode melar. Bem feito! Enredo não é para ser vendido.

O samba é esse aí. Não é lá essas coisas.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Brasil e Irã

Você deve ter assistido ontem nos principais telejornais e lido hoje nos jornais que o presidente Lula recebeu o líder do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, e que, por isso, o Brasil apoia o terrorismo, está no Eixo do Mal dos EUA, etc.

Não é nada disso. Reproduzo abaixo um artigo de Eliane Cantanhêde (quem diria!), da Folha de S. Paulo, que vai contra o provincianismo e a falta de conhecimento das relações internacionais.

Antes perto do que inacessível

BRASÍLIA - Mahmoud Ahmadinejad vem aumentando sua presença na América do Sul, que fica logo abaixo e sofre influência direta do arqui-inimigo do Irã, os EUA. Não deve ser por acaso.
Primeiro, Ahmadinejad passou a visitar a Venezuela com uma frequência curiosa. Depois, aproximou-se do Equador e da Bolívia. Agora, botou literalmente os pés no Brasil, trazendo mais de 200 empresários de vários ramos, de agricultura a energia.
Diplomacia se faz muito pelos interesses bilaterais, um pouco pelos regionais e às vezes pelos multilaterais. Na vinda de Ahmadinejad, esses três ingredientes estiveram fortemente presentes, enquanto gays, feministas, bahá'ís e judeus gritavam do lado de fora dos palácios. Para o mundo ouvir. A visita é mais um marco da polêmica política externa brasileira, que já criou "frisson" com uma cúpula Mercosul-países árabes em Brasília e atraiu ao país num só mês os presidentes de Israel, da Autoridade Palestina e agora do Irã.
A intenção não é assumir um lado da questão, nem apoiar o regime iraniano, muito menos compactuar com as barbaridades de Ahmadinejad, que nega o Holocausto e já pregou "varrer Israel do mapa".
É, ao contrário, fazer como o Brasil faz inclusive com a Venezuela de Chávez: perto o suficiente para ter penetração e diálogo, longe o necessário para não se comprometer com regimes, governos ou decisões pontuais. Ao contrário, tendo força moral para criticá-los. É melhor ter o Irã por perto e submetido a alguns compromissos do que tê-lo isolado para fazer o que bem entender. Aliás, o simples fato de haver uma crescente oposição interna é bom sinal. Ahmadinejad sabe que ela não está sozinha e que o mundo está de olho. Não deixa de ser uma forma de proteção.
Engana-se quem acha que é uma ação do Brasil veladamente contra os EUA. Ao contrário, trata-se de um jogo bem combinado.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

20 de novembro

Pequena homenagem ao Dia da Consciência Negra.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Publicidade inócua

Exemplo de dinheiro (público) mal gasto com publicidade. A quem esse tipo de campanha sensibiliza?

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

SP perde espaço no PIB. Não podemos mais nos separar

Deu na imprensa: "Diminui participação de SP no PIB".

O que dirá a elite separatista de São Paulo? Afinal, se continuarmos perdendo participação no PIB não poderemos mais nos separar dessa gentinha (nordestinos principalmente) e formar a república paulista. A foto acima é para mostrar a eficiência do governo do estado.

Influenciada pela queda da participação da indústria paulista na economia brasileira, a Região Sudeste viu sua contribuição para o produto Interno Bruto (PIB) do país cair de 59,1% para 56,4% entre 1995 e 2007.

Os dados constam da publicação Contas Regionais do Brasil e foram divulgados hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que revelou, por outro lado, avanço de 12% para 13,1% da contribuição do Nordeste.

De acordo com a pesquisa, no período, a fatia de participação de São Paulo na economia brasileira caiu de 37,2% para 33,9%, refletindo, principalmente, a queda de 4,3 pontos percentuais da indústria de transformação, a maior taxa dentre as 27 unidades da Federação.

A economia paulista também registrou perda de participação de 9,1% na indústria geral, além de queda de 1,5 ponto percentual nos setor serviços. A agropecuária, entre 1995 e 2007, por outro lado, avançou 1,4 ponto percentual.

“Isso quer dizer que os estados menores estão seguindo suas potencialidades e algumas indústrias têm procurado chegar mais próximo da matéria-prima e do consumidor, favorecendo uma pequena desconcentração econômica”, explica o gerente do IBGE, Frederico Cunha. (Da Agência Brasil)

Vídeo


Estive pesquisando, para um trabalho da pós-graduação, videos de desfiles antigos das escolas de samba do RJ. É muito interessante ver as diferenças. Aqui, em 1982, o Império Serrano ganhava seu último título com o enredo
BUMBUM PATICUM BUM PRUCURUNDUM. O mais curioso é que o desfile começou às 11h. A temperatura estava em 35 graus.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Aécio candidato?

Acabo de ler o resultado do encontro entre o presidenciável do PSB, Ciro Gomes, e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). A declaração de Ciro, segundo a Folha Online, é a seguinte: "Se o governador Aécio Neves se viabilizar candidato a presidente da República, penso que sua presença é tão importante para o Brasil que a minha candidatura não é necessária mais.”

Portanto, acende-se a luz amarela no campo da candidatura da ministra Dilma Rousseff, do PT. Isso porque Aécio já é o preferido por setores do DEM e representaria melhor o pós Lula da oposição do que José Serra. Aécio fugiria mais facilmente da armadilha da eleição plebiscitária (comparação de oito anos de FHC X oito anos de Lula) e ainda por cima pode gerar, acredito, uma crise na aliança PMDB/PT.

Caso José Serra não seja o candidato tucano à presidência teremos um embate difícil para o campo petista.

Na última sexta-feira o editor do jornal onde trabalho iniciou pergunta a Serra, durante evento aqui em Osasco, sobre a possibilidade dele não vir a ser candidato. Antes da conclusão da pergunta o governador "deu dois leves tapinhas" nas costas do entrevistador e saiu andando.

Febeapá* - O filho de FHC


Se você acompanha com atenção os jornais deve ter ouvido falar que o ex-presidente FHC reconheceu o seu filho fora do casamento com a jornalista da Globo Miriam Dutra. O rapaz (Tomaz) tem 18 anos e é fruto da relação de FHC com a jornalista quando o tucano ainda era senador.

Por que a imprensa em geral escondeu, por 18 anos, a história? Ah, mas diz respeito à vida privada! E daí? Quem não se lembra da Lurian, filha do presidente Lula, amplamente utilizada por adversários e mídia na campanha de 1989?

Aliás, a Globo "exilou" a jornalista na Europa. Primeiro em Lisboa, depois Barcelona, Londres e Madri.

Agora que FHC não passa de um ex-presidente com baixa popularidade, que só tem a serventia de prejudicar seus aliados, decide reconhecer o filho e, nas páginas da Folha de S. Paulo, sai por cima. Veja só:

"Em 18 anos, o ex-presidente sempre reconheceu Tomas como filho, embora não oficialmente, e sempre colaborou com seu sustento. Nos oito anos em que ocupou a Presidência, os dois se viam uma vez por ano", diz matéria assinada pela jornalista Mônica Bergamo.

Ora, em duas campanhas presidenciais (1994 e 1998) o assunto foi "esquecido". Agora, por que FHC teve a brilhante ideia de reconhecer o filho exilado. Peso na consciência? O jornalista Rodrigo Vianna tem algumas teorias. Leia AQUI.

*Febeapá (Festival de Besteiras que Assola o País). Criação de Sergio Porto, com o pseudônimo Stanislaw Ponte Preta. Aqui no blog vai servir para identificar as besteiras do PIG, criação de Paulo Henrique Amorim.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

O caso Geisy

Agradeço a Geisy

por Eduardo Guimarães, no Cidadania.com

Poucos assuntos esquentaram tanto a galera quanto esse caso da Uniban e o massacre moral que praticou contra a estudante Geisy Arruda. Li vários textos interessantes, que abordaram desde os aspectos mais tétricos do que fizeram com a moça quanto o que ela fará com a fama conquistada – se posará para a Playboy ou se estreará algum programa infantil na Globo, onde poderá exibir seus dotes físicos para crianças pequenas, grandes e até para as da terceira idade.

O que chama a atenção até da imprensa internacional nesse caso é o surto moralista numa sociedade conhecida por exibir mulheres completamente nuas na tevê no Carnaval. Chamam atenção os que se escandalizam com três centímetros a mais de coxa e com o rebolar de uma jovem. Pergunta-se como coexistem com os festejos carnavalescos por quatro dias ao ano.

A mim não importa o que Geisy fará com a fama, com o papel de namoradinha – e que namoradinha! – do Brasil, se é que fará. Em minha opinião, se ela puder transformar esse limão numa limonada, acharei até justo. Não só porque ela precisa e tem direito tanto quanto qualquer BBB da vida, mas porque teve a coragem de expor essa safadeza dessa universidade sem-vergonha, hipócrita, dirigida por gente que toca uma universidade como se fosse a venda da esquina, onde “o cliente sempre tem razão”.

Outras se recolheriam, sumiriam no nada de onde vieram com medo da exposição e dos advogados da poderosa universidade. Por enfrentar tudo o que está enfrentando – ataques à sua honra por mentirosos que não hesitaram em inventar que ela começou a mostrar as “partes íntimas” para todos –, Geisy poderá ajudar a que se faça na questão da absurda discriminação contra a mulher que se viu o que a comunidade internacional está fazendo com Honduras ao não permitir que os golpistas se dêem bem.

Os trogloditas de todas as idades e posições da Uniban também não podem se dar bem. E os trogloditas metidos a machões que quiseram filmar por baixo da saia da garota ainda estão tendo que agüentar a fama não de homossexuais por a instituição em que estudam estar sendo chamada de “Unibambi”, pois o homossexual masculino adora mulheres, torna-se amigo delas, muitas vezes o melhor. A fama é de misóginos, de homens que odeiam as mulheres a ponto de fazerem o que fizeram com Geisy.

E é muito bom que seja assim. E muito melhor ainda que a imprensa esteja cumprindo seu papel. Há que pressionar para impedir que a conduta desses energúmenos tenha sucesso. Todos temos irmãs, mães, filhas, netas. Nenhum de nós quer correr o risco de vê-las sendo chamadas de “putas” e de “vagabundas” – ou até sofrendo ameaça de estupro – por algum palhaço achar que aquela roupa dela revela mais do que deveria.

Por tudo isso é que quero agradecer a Geisy e fazer votos de que toda essa barbaridade pela qual ela está passando possa ao menos resultar em um emprego melhor do que aquele que tem na vendinha próxima de sua casa, onde trabalha honestamente segundo depoimentos do patrão, dos vizinhos, dos amigos e de sua família, os quais garantem, todos, ser ela uma moça “de família”. Não sei o que é moça “de família”, mas sei que, com sua coragem, Geisy ajudou muito as mulheres.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Marina Silva faz a alegria dos anti-petistas


A senadora Marina Silva, do Acre, anunciou no fim da manhã o seu desligamento do Partido dos Trabalhadores (PT), na Comissão de Meio Ambiente do Senado. Ela disse que o fato não quer dizer que esteja rompendo com o partido, ao qual foi filiada por 30 anos.

A ex-ministra do Meio Ambiente, que tem 51 anos, afirmou que, a partir de agora, se sente livre para conduzir as conversas de filiação com o Partido Verde (PV). Disse ainda que fará uma “revisão programática” para adoção de um modelo sustentável como o do PV.

Na terça-feira, 18, o ministro da Justiça, Tarso Genro, deu a entender que Marina Silva serve aos interesses da oposição ao governo Lula. "90% dos apoios que estão dando a ela são apoios contingentes dentro do processo eleitoral. Grande parte dos conservadores, neo-liberais, oposicionistas, antipetistas, antiLula, apoiariam até o Abimael Guzmán do Sendero Luminoso contra o PT e o Lula. A Marina vai pensar nesse passo que vai dar", afirmou Genro.

Uma mostra de que o desligamento da senadora do PT, de fato, agrada à direita e à oposição ao Planalto é a fala da jornalista Lúcia Hippólito na CBN. Conhecida por seu horror ao governo Lula e tudo o que o cerca, a jornalista saudou a simples possibilidade de Marina ser candidata à presidência da República como uma importante "novidade". Isso porque, para Lúcia Hippólito, "não existem grandes diferenças entre Dilma e Serra".

Criacionismo
Não é tão estranho que a ex-ministra Marina Silva tenha adotado a postura de sair do PT e ser inocente útil de PSDB e DEM. Suas posições nem sempre são tão progressistas quanto querem fazer crer seus admiradores, entre os quais seus novos fãs, os buldogues da grande mídia.

Em entrevista a um blog de jovens adventistas no ano passado, por exemplo, ela defendeu o ensino do criacionismo nas escolas, posição defendida pelos setores mais conservadores da sociedade.

Na ocasião, matéria da revista
Época afirmou que, "ao dar ao criacionismo o mesmo status do evolucionismo, Marina Silva comete uma perigosa confusão entre fé e ciência".

Publicado no site do jornal Visão Oeste
Foto: Marcello Casal Jr./ABr

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Lei antifumo

É incrível. Estive no Vila do Samba ontem e não voltei cheirando cigarro.

Não da para misturar ideologia ou questões partidárias nessas discussões. Assim como a Lei Seca aprovada pelo presidente Lula (a qual concordo, embora não cumpra), a lei antifumo do Estado também é boa. Em algumas questões a lei não pode ser branda mesmo.

Curioso que a esquerda em geral não reclamou quando foi aprovada a Lei Seca. Na essência, as duas leis foram feitas para salvar vidas.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Clara Nunes


Se ainda estivesse viva Clara Nunes completaria hoje 67 anos de vida.
Nascida na pequena cidade de Caetanópolis, em MG, destacou-se ainda na infância, quando se apresentava em concursos locais na cidade. Na adolescência, já em Belo Horizonte, conheceu o violonista Jadir Ambrósio (compositor do 'Hino do Cruzeiro') que, admirado com seu talento, a levou a vários programas de rádio. Também em BH conheceu Aurino Araújo, que viria a ser seu namorado e empresário por 10 anos. Aurino a levou para conhecer muitos artistas, principalmente na noite de BH.

No ano de 1965 foi para o Rio de Janeiro. Morou em uma "vaga" na rua Barata Ribeiro, em Copacabana. Por essa época, apresentou-se em vários programas de televisão: José Messias, Chacrinha, Almoço com as Estrelas e programa de Jair do Taumaturgo. Ainda nesse ano, fez teste como cantora na gravadora Odeon e registrou pela primeira vez a sua voz em um LP lançado pela rádio Inconfidência de Minas Gerais, ao lado de outros artistas, pela mesma gravadora.

Antes de aderir ao samba, cantou bolero, percorreu emissoras de rádios e televisão, escolas de samba, clubes, programas de auditórios e casas noturnas nos subúrbios do Rio de Janeiro.

Clara Nunes faleceu no Sábado de Aleluia do ano de 1983, após uma cirurgia, aparentemente banal, depois de 28 dias no CTI. Seu corpo foi velado por mais de 50 mil pessoas na quadra da escola de samba Portela. O enterro, no dia dois de maio no cemitério São João Batista, foi acompanhado por uma multidão de fãs e amigos. Em sua homenagem, a rua em Madureira onde fica a sede da Portela, sua escola de coração, recebeu seu nome.

Fonte: Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira
http://www.dicionariompb.com.br/


Recentemente li sua biografia no livro Clara Nunes – Guerreira da Utopia, do jornalista Vagner Fernandes. Além da riqueza de detalhes sobre a vida pessoal e artística da grande cantora, o livro ainda possui diversas fotos do mundo de Clara Nunes. O livro é fantástico e, mesmo quem nunca ouviu falar em Clara Nunes, se ler o livro será com certeza mais um fã.

Abaixo uma simples poesia que fiz para homenagear essa maravilhosa cantora.

Clara Guerreira
Carlos Ferreira

Do interior de Minas
Uma grande cantora surgiu
Para o Brasil

Cantou bolero
Mas ao samba sucumbiu

No Rio de Janeiro
Construiu carreira
Bateu no terreiro
É Clara guerreira!

Com talento e luz
Defendeu com louvor
A Portela de Oswaldo Cruz

Das viagens à África, trouxe ritmos e danças
Que embalavam seu grande amor pelas crianças

Salve Clara a Guerreira!
Salve Clara a Guerreira!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Renê Sobral

Estive no Capella Beer, em Pinheiros, para conferir o "Terreirão do Sobral", com Renê Sobral. Além dele cantar bem, tem um repertório que eu gosto. Muito Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, mas também mandou algumas "da antiga". Como essa: "Tempos Idos", do Cartola.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Jair Rodrigues: "ainda vou pertubar vocês muito tempo"

Foto: Eduardo Metroviche

Tive a oportunidade, hoje, de entrevistar Jair Rodrigues. Dispensa apresentações, mas quem não conhece muito da história e discografia não deixe de acessar o site oficial dele.

O novo trabalho, “Festa para um Rei Negro
”, pode ser considerado um resumo da sua carreira?

Não é bem um resumo. É um seqüencial, porque, desde 1957 eu cantava na noite e morava em São Carlos (dos 14 aos 19 anos). Então, me profissionalizei na noite, onde você tem que cantar de tudo. Quando vim para São Paulo, no finalzinho de 1959, vim morar em Osasco, aqui em Jardim D’Abril com meu irmão. Trabalhava numa alfaiataria chamada Primor, na rua Antonio Agu. Depois fui fazendo sucesso, as coisas foram acontecendo de uma maneira que eu agradeço a Deus. Nesse trabalho de 50 anos [de carreira] procurei as músicas do começo. O Deixa Isso Pra Lá, Disparada, Triste Madrugada, Tristeza, e outras. Tem alguns convidados, o Wilson Simoninha, Max de Castro, Rappin Hood e meu sobrinho, Rodrigo Ramos, cantam o Deixa Isso Pra Lá, que foi a abertura do espetáculo. Depois veio a Alcione, Jorge Aragão, Jairzinho, Luciana Melo, Pedro Mariano, o Pelé e o Xitãozinho e Chororó.

Como escolheu o repertório?

Quase não precisou escolher. Quando faço shows sempre canto essas músicas. Foi fácil. Todo o trabalho foi uma coisa tão gratificante, porque hoje em dia pra se fazer um CD ou DVD demora de 6 meses a 1 ano, toda essa parafernália...E ali, com todos esses convidados e os músicos, foi um disco feito em apenas 2 horas e, quando foi para mixagem, se mexeu em menos de 3% das coisas. Foi uma coisa extraordinária.

O disco comemora 50 anos de carreira. Tem alguma coisa ainda por fazer?

Quando vou gravar um disco, primeiro escolho na discografia que eu tenho, como Noel Rosa, Ari Barroso, Cartola, Nelson Cavaquinho, Ataulfo Alves, Vicente Celestino e tantos outros. Aí procuro umas quatro ou seis músicas do baú e depois peço pro Jairzinho fazer uma música pra mim. Saio também ligando pros meus amigos compositores de Salvador, Minas Gerais e assim por diante. Então eu recebo muita coisa. Mas, enquanto Deus me der vida, se ele me deixou até agora com 70 anos, acho que ainda vou pertubar vocês muito tempo ainda (risos). Estou há 50 anos sempre lutando e isso é uma coisa para deixar pra essa juventude, pra eles terem um espelho.

Já que falou sobre os mais jovens, você gravou um álbum com um grupo jovem (Quinteto em Branco e Preto). Qual sua opinião sobre a renovação do samba?

O samba é tipo da coisa que não envelhece nunca. É a tradição musical do Brasil e, quando gravei com o Quinteto, essa rapaziada foi lançada pela Beth Carvalho, mas só estavam para acompanhar os artistas. Então, quis fazer um negócio para mostrar o trabalho deles como produtores, cantores, músicos. São uns meninos que estão merecendo mais espaço. Nós nos juntamos, gravei pela Trama e até coloquei o nome do disco Jair Rodrigues em Branco e Preto, que é pra que fiquem de olho nesses meninos maravilhosos. Mas, por enquanto, ainda estão num certo marasmo que falta alguém pegar e falar “vamos em frente”, como foi o Fundo de Quintal, os Originais do Samba.

Você gravou muitos sambas-de-enredo. Este é um gênero que deu uma caída. Concorda?

Jair Rodrigues e Elza Soares foram os dois primeiros que gravaram os sambas-de-enredo. Até 1970 e pouco não havia aquela divulgação no rádio. O primeiro samba que gravei foi Bahia de Todos os Deuses, ‘Bahia os meu olhos estão brilhando/meu coração palpitando’, do Salgueiro (1969), e a gente levou o samba-enredo pro Brasil e pro mundo. Um dos sambas mais conhecidos eu gravei. Aliás, é o título do meu DVD Festa pro Rei Negro, ‘Ô-lê-lê, ô-lá-lá/Pega no ganzê/Pega no ganzá’. Depois a rapaziada foi perdendo a inspiração. De repente os sambas-enredo viraram qualquer coisa. Umas letras que ninguém entendia, sem pé nem cabeça. Mas, mesmo assim ainda tem alguns bem feitos. De repente a gente foi proibido de gravar os sambas-de-enredo, dizendo que a gente gravava de um jeito e nas quadras era cantado de outro. Tremenda de uma cascata. Por isso, o último que gravei foi nos anos 80.

Quais os dois melhores sambas-de-enredo da história?

O “Aquarela Brasileira” (de Silas de Oliveira, Império Serrano, 1964) foi o mais perfeito. Lembra até o Hino Nacional. E um samba do Martinho da Vila [e Rodolpho], “Iaiá do cais dourado” (Vila Isabel, 1969).

Participou do programa "O Fino da Bossa" com Elis Regina. Qual a importância da Elis na sua carreira?

O nosso encontro foi importante para a Elis, para o Jair, para a música popular brasileira. Fizemos um estardalhaço danado nos anos 60. Nos dias 8, 9 e 10 de abril de 1965 fizemos um show juntos no teatro Paramount, na Brigadeiro Luís Antônio e, como éramos da mesma gravadora, lançaram o disco e vendeu mais de 1 milhão de cópias. Depois apresentamos o programa “Fino da Bossa”, três anos de sucesso. Viajamos por esse mundo afora e foi de suma importância. Existia o respeito, a amizade. Eu sou fã dela e ela não deixava por menos, dizia: “meu negão, sou fã de você”. Até quando nos conhecemos, em 1964, no Rio, ela me pediu um autógrafo e eu também, no programa do Airton Rodrigues, o “Almoço com as Estrelas”. Ela foi uma vencedora com todos os méritos do festival de música em 1965 na TV Excelsior, ganhou com Arrastão, e em 1966 foi a minha vez, com Disparada. Foi uma amizade, parecia até que nós éramos namorados, mas juntava a fome com a vontade de comer dentro e fora do palco.

Como foi, sendo intérprete principalmente de samba, explodir com Disparada (Geraldo Vandré/Theo de Barros)?

O pessoal que me conhece sabe da minha presença nesses ritmos todos. Fui um crooner, cantava desde a seresta, samba-canção, rumba, fox, bolero, tango, samba, bossa nova. Só na época quando alguns produtores, como Alfredo Borba, queriam lançar um sambista de São Paulo -porque ainda tinha a rusga entre o samba de SP e do RJ, até o Vinícius de Moraes falou aquilo do “túmulo do samba” - então o Alfredo Borba falou que eu gravasse só samba. Aí gravei três long plays (1963, 1964 e 1965) apenas de samba. De 1966 em diante, passei a ter outros produtores e comecei a gravar seresta. Mas tem meninos assim da sua idade que pedem nos shows Majestade o Sabiá, Disparada, Chão de Estrelas. Hoje, isso me da uma alegria muito grande porque minha vida musical é um leque.

Como muitos, começou no rádio. Como compara com o rádio comercial que temos hoje.

Infelizmente. Quando comecei havia aquelas programações de música ao vivo, com auditório. Em Osasco mesmo, quantas vezes eu cantava nas emissoras locais. Está faltando agora. Essa nova geração está sem espaço para mostrar trabalho, tanto no rádio como na televisão. De uns anos para cá começaram a mostrar só músicas descartáveis, mas embora atrapalhe é coisa passageira. Primeiro começaram as músicas sertanejas feitas de qualquer maneira, depois pagodeiros que não acabavam mais. Mas com um trabalho não digno desse nome. Pagode é uma coisa séria, vem de sertanejos, Zilo e Zalo, Tião Carreiro e Pardinho. E o pagode de hoje vem do partido alto, do samba de quadra. É uma coisa muito séria, que Martinho e Zeca Pagodinho fazem muito bem.

Quais nomes da nova geração da MPB que valem a pena?

Tenho dois exemplos aqui em casa (Jairzinho e Luciana Melo), não é porque são meus filhos. Tem também Wilson Simoninha, Max de Castro, Paula Lima. Outros estilos também, o Rappin Hood, Marcelo D2, o filho do Djavan (Max Viana). Até a Preta Gil, que deu uma parada, Maria Rita...

Rappin Hood, antes ainda do Marcelo D2, juntou samba com rap. Mas falam que o precursor foi você.

Quando gravei ‘Deixa que digam/que pensem/que falem’, em 1964, e foi meu grande sucesso, a gente denominou na época sambalanço. Mas, na verdade, já era um Rap. Em 1989 eu estava em Montreux, na Suíça, e estava o pessoal do Paralamas do Sucesso. A gente estava fazendo uma farra dentro do ônibus e o Herbert Vianna falou: “olha gente, se vocês querem saber quem inventou o Rap, está aqui”. Aí ele me explicou. Hoje, quem canta hip-hop, são unânimes em dizer: “Jairzão é precursor do rap, nosso truta (risos)”.

Como é a história da música Meu Guarda-Chuva, do Jorge Ben?

Eu tinha uma namorada e sempre que o Jorge Ben (não consigo falar Jorge Benjor) vinha para São Paulo nos encontrávamos e íamos pela noite. Uma noite peguei minha namorada e falei: vamos dar um giro. Fomos numa boatezinha que ficava na rua Augusta. Poxa, eu com a namorada e o Jorge sozinho, chegou uma hora ele queria sair. Falei: “vou com você, a namorada fica aí eu falo que a gente já volta e pega ela”. Estava chovendo e o menino foi buscar meu carro e veio com guarda-chuva, pegou o Jorge e botou no banco do carona. Minha namorada veio correndo para entrar dentro do carro. Mas enquanto o cara foi buscar ela de guarda-chuva a gente ó, pinote, linha na pipa, a gente se mandou (risos). Aí o Jorge, no ato, “mas quando eu comecei a gostar de você/você me abandonou/só eu tenho um guarda-chuva adivinha quem vai se molhar”.

E você perdeu a namorada?

Com certeza, (risos) também depois daquilo, sem chance. Também nem gostava tanto assim. Quem lançou essa música foi uma cantora chamada Elizabeth Viana, não sei se nos anos 60 ou 70. Eu acabei gravando há uns quatro anos, no disco Intérprete (2002), produzido pelo Jairzinho, que foi indicado ao Grammy latino. Mais recentemente a Paula Lima gravou.

Quais os locais que vocês freqüentavam na noite?

A gente ia em todas. Ia parar no Som de Cristal, que era um salão de baile, ou aqueles inferninhos. A gente só não fazia besteiras, drogas. De vez em quando um whisky, caipirinha, vinho. Nunca cometemos desatinos.

Quais as maiores influências que sofreu na carreira?

D
o lado sertanejo Tonico e Tinoco, Zico e Zeca, Tião Carreiro e Pardinho. Na parte de seresta Orlando Silva, Silvio Caldas, Nelson Gonçalves, Carlos Galhardo, Francisco Alves, Carmem Costa, Ângela Maria, Dalva de Oliveira, Maysa, Eliseth Cardoso e outras. Maior influência, meu ídolo foi o Agostinho dos Santos. Também cantava Jamelão, Agnado Rayol. Depois, na minha geração, Elis Regina, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Djavan, Martinho, Paulinho da Viola e tantos outros.

Como vê o caso do Wilson Simonal?

O Simonal era nosso amigo. Todas as segundas-feiras a gente ia jogar futebol, mas não conversava nunca sobre política, só futebol, mulher e música. Quando, em 1971 começou esse lance com o Simonal, até falei: “se manda daqui velho, que a coisa ta brava”. Não deram o direito de defesa a ele. Simonal era um sucesso, o Brasil jamais vai ter outro showman como ele. Acabou tendo a pecha de dedo-duro. Tem agora o Simoninha fazendo com que lembrem do Simonal artista, mas está meio difícil, pois ficou uma mancha. No dia que ele morreu a filha dele ligou para cá e pediu que eu fosse ao hospital. Fui e falei “vamos levantar dessa cama aí rapaz”. Pouquíssimos artistas foram ao velório, mas eu fui me despedir do amigo, injustiçado que foi.

OBS: Se você não entendeu nada nessa pergunta sobre o Wilson Simonal, clique aqui.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Cruzeiro perde título em pleno Mineirão para o Estudiantes

O Cruzeiro foi derrotado em pleno Mineirão pelo Estudiantes da Argentina e perdeu a chance de conquistar o tricampeonato da Libertadores. Após um 1º tempo de análise das 2 equipes, o 2º tempo começou diferente, e Henrique abriu o placar para o time celeste, o volante chutou de fora da área e após desvio do zagueiro Desabato a bola morreu no canto baixo do goleiro. Quando tudo parecia caminhar para uma festa Azul e Branco, o Estudiantes mostrou toda a força e malícia dos times argentinos nesta competição e aos 27 min já havia virado o jogo; o Cruzeiro até que tentou mas parava na boa marcação e no seu próprio nervosismo.

Samba,Futebol e Política Analisa:
O Estudiantes mostrou que tem mais elenco que o Cruzeiro.Terminar uma Libertadores com Thiago Ribeiro e Athirson tendo a responsabilidade de resolver, mostra que faltou planejamento. Thiago Ribeiro ainda é muito jovem e nunca foi lá essas grandes coisas por onde passou, o Athirson não tem preparo físico e nem mental para uma partida dessa importância, e já havia mostrado tudo isso no clássico do final de semana contra o Galo, quando entrou para armar o time e ficou sumido durante todo jogo.

Até a próxima!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Brasileirão esquenta!



E aí gente!

Estou de volta, fiquei quase 1 mês sem postar, quase um vagabundo.

O Corinthians conquistou o 3º título da Copa do Brasil e assegurou a tão sonhada vaga na Libertadores-10.A partir de agora o clube terá muito tempo para se planejar, claro, sem esquecer do Brasileiro.

O Brasileirão vem esquentando a cada rodada e não para de derrubar técnicos. Mancini, Parreira e Márcio não resistiram ao fraco início de suas equipes e estão desempregados, juntamente com Muricy e Luxemburgo.

O Cruzeiro que pode ser tricampeão da Libertadores nesta quarta-feira, ocupa as últimas posições da tabela e assim que terminar a Libertadores, precisa correr para tentar se recuperar o quanto antes, para que não aconteça o que aconteceu com o Fluminense no ano passado, quando o time de Laranjeiras lutou até as últimas rodadas para se safar da degola.

Alguns clubes estão surpreendendo neste início: Atlético-MG, Vitória, Palmeiras e Barueri.

O Galo mineiro que lidera, montou um time com jogadores experientes e possui um técnico bem rodado (Celso Roth), mas ainda acho que é um "cavalo paraguaio".

O Vitória vem fazendo uma campanha regular e parece que mais um ano será muito difícil bater o time de Carpegiani na Bahia.

O Palmeiras mantem a base de quase 2 anos e começa muito bem o campeonato, não perde pontos em casa e ainda consegue vencer fora de casa, o que é muito importante num campeonato longo.

A maior surpresa é o Barueri que parece que chegou na série A pra ficar, eu já arrisco a dizer que é o novo São Caetano. O time tem jogado bem, dentro e fora de casa, as vitórias contra Cruzeiro e Atlético-MG, ambas por 4 x 2 deram muita confiança ao time, que vem surpreendendo a cada rodada.

Até a próxima.

Viva o Futebol!

Viva a Vida!

Viva o Brasil!



sexta-feira, 26 de junho de 2009

Nossos ídolos morrem e sofremos calados





Com a morte de Michael Jackson e toda essa repercussão - inclusive com supostos fãs que começaram só ontem a ouvir as músicas do astro pop - lembrei-me de como nós, sambistas e amantes do samba, sofremos com as perdas de ídolos que, infelizmente, cada vez mais, nos deixam. E o pior: sabermos que morrem sem o devido reconhecimento.

Este post não tem a intenção de desprezar Jackson e sua obra. É que nossos ídolos vão e precisamos curtir as saudades de maneira solitária. Ou quase solitária. Foi o caso, no ano passado, de Luiz Carlos da Vila, por exemplo. Sem querer fazer comparações (até porque comparar astro pop com artista de música raiz é esdrúxulo).

Sem contar as velhas guardas. A cada integrante que se vai, mais um pouco perde o nosso samba, a nossa cultura. E ficamos, na maioria das vezes, sabendo por sites ou blogs. Às vezes uma notinha no rodapé de algum jornalão, ou escondido em um dos portais da internet. Alguns tem mais repercussão. Jamelão, por exemplo. Mas, mesmo assim, curtimos calados a nossa angústia de ver nomes importantes, verdadeiros ícones morrendo.

Gostaria hoje de homenagear os bambas que se foram e contribuíram para construir em nós a paixão que temos pelo samba. O verso "É triste mas foi mais um bamba, que o mundo do samba perdeu" simboliza bem o que sentimos.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Congresso pode liberar uso da Web nas campanhas de 2010

Do blog Conversa Afiada:

Há um consenso entre os partidos representados na Câmara de que o uso da internet deve ser liberado já na campanha de 2010.
A propaganda eleitoral na web, uso de e-mail marketing, twitter e mensagens por celular fazem parte do pacote.

Além disso, os candidatos poderão receber doações de eleitores por transferência eletrônica e até cartão de crédito.
Essas propostas serão apresentadas ao plenário da Câmara na próxima semana. Elas estão incluídas no projeto-base, discutido ontem pelo Grupo de Trabalho para a Reforma Eleitoral.


Comentário do blogueiro: É natural que as campanhas no Brasil se expandam para a internet, e isso é bom para o processo eleitoral, pois aumenta as possibilidades de participação do cidadão. Hoje, quem deseja ter materiais de campanha, ou fazer uma doação, precisa se deslocar a um comitê, ou fazer depósito em conta. Bem mais fácil doar online, utilizando o cartão de crédito.

Mesmo com as restrições que ainda vigoravam na última eleição (2008), os profissionais de marketing conseguiram inovações importantes. É o caso da rede social que foi criada no site do então candidato Gilberto Kassab (DEM), chamada rede K25, uma espécie de orkut dentro do site.

Mas é preciso regulamentar com cuidado o uso das novas mídias. Liberar o envio de e-mails e mensagens de celular para os eleitores pode ser um problema. O cidadão só deve receber as mensagens se desejar.

O uso nas campanhas de blogs, orkut, twitter, facebook, etc, me parece totalmente natural e deve inclusive ajudar a aumentar a participação dos jovens no processo político.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Zinédine Zidane


23/06/1972 - Nasce Zinédine Zidane


Zidane foi escolhido três vezes como o melhor jogador do mundo pela FIFA, foi campeão da Copa do Mundo de 1998 e da Eurocopa de 2000. Em seu último jogo como profissional, Zidane foi expulso após agredir com uma cabeçada o italiano Materazzi. a partida era válida pela final da Copa do Mundo de 2006, a Itália conquistou a Copa e Zidane foi eleito o melhor jogador do Mundial.


segunda-feira, 22 de junho de 2009

Festival de Marchinhas

O CEM (Clube Etílico Musical), também conhecido (ou mais conhecido) como Meirinha, está com inscrições abertas até o próximo domingo para um festival de marchinhas.
A fita ou CD deve ser enviada para rua José Alves Cunha Lima n.159 - cj .2141- Vila Butantã -São Paulo- SP- CEP - 05360-50, em nome de Luiz C. Roque.
No site http://mamaiss.multiply.com/ tem mais informações e a ficha de inscrição.

O CEM fica na rua Fradique Coutinho, 1.048, Vila Madalena, São Paulo.

Cigarro
Aliás, a casa já adotou a proibição ao tabaco mesmo antes da lei entrar em vigor. É incrível a diferença que faz estar em um bar sem pessoas fumando. O ambiente fica mais leve. E os fumantes não precisam deixar de frequentar, já que podem sair para fumar na calçada.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Libertadores e Copa do Brasil

Carlos Ferreira

Essa semana pode ser fantástica para o futebol paulista. Corinthians, São Paulo e Palmeiras entram em campo com grandes chances de avançarem rumo ao título das respectivas competições.

O Corinthians encara o forte Internacional no Pacaembu, pelo 1º jogo da final da Copa do Brasil. O time gaúcho vem desfalcado de D´Alessandro (machucado), além de Nilmar e Kleber, que estão na seleção. Mesmo com os desfalques, o Inter já mostrou que tem elenco pra lutar pelo título.

O Palmeiras enfrenta o Nacional do Uruguai, no estádio Centenário, pelo jogo de volta da Libertadores. No primeiro confronto, o Verdão só empatou em 1 a 1 no Parque Antarctica. A partida promete emoções do inicio ao fim, o Palmeiras chega embalado após vitória sobre o time reserva do Cruzeiro, no domingo.

O São Paulo encara o Cruzeiro no Morumbi nesta quinta-feira e precisa de uma vitória simples para garantir vaga na semi-final. O Cruzeiro não vem de boas apresentações e perdeu por 3 x 0 para o próprio São Paulo pelo Brasileirão. Mas, como dizem por aí, Libertadores é outra história. Então, o que todos veremos com certeza é um grande jogo de futebol.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Na Palma da Mão

Roda de samba "Na Palma da Mão", no Vila do Samba, dia 9, com a participação do vereador Netinho de Paula (PCdoB) tocando repique na música "Malandros Maneiros". Alô Cohab!


terça-feira, 9 de junho de 2009

O blog da Petrobras

Retirado do blog do jornalista Luiz Carlos Azenha
Por que os jornais investem contra o blog da Petrobras?

1 - Porque perdem o “monopólio da informação” e, com isso, autoridade sobre o público;

2 - Porque os leitores agora podem saber quais são TODAS AS PERGUNTAS feitas pelos jornais à Petrobras;

3 - Porque comparando todas as perguntas feitas pelos jornais e todas as respostas dadas pela Petrobras com o que é efetivamente publicado os leitores podem descobrir as manipulações feitas com as respostas no processo de edição;

4 - Porque essa comparação permite ao público descobrir quais as respostas da Petrobras serão simplesmente omitidas do jornal impresso para não “atrapalhar” a pauta;

5 - Porque comparando as perguntas feitas pelos diferentes jornais, o público pode entender que há gente alimentando simultaneamente os jornais com informações em busca de levantar a bola para a CPI;

6 - Porque as perguntas fornecem pistas sobre quem está alimentando os jornais com o objetivo de criar o “escândalo” necessário ao sucesso do palanque eleitoral da CPI;

7 - Porque essas pistas poderão levar o público a descobrir que os jornais são usados em campanhas eleitorais ou com objetivos inconfessáveis, como o de entregar o pré-sal a empresas estrangeiras;

8 - Porque o blog da Petrobras desloca público do jornal impresso para a internet, onde o público poderá receber informações, por exemplo, sobre como a grande imprensa brasileira atacou Getúlio Vargas quando ele criou a Petrobras;

9 - Porque todo esse processo pode deixar claro que a grande imprensa não é isenta, nem imparcial, nem honesta; que diz não ter lado, mas tem; que está a serviço de “uma causa”, assim como esteve quando fez campanha contra a criação da Petrobras ou em favor do golpe militar de 1964;

10 - Porque eles ainda não sairam do século 20.

Vá ao blog da Petrobras e contribua com a investigação dos jornais
É por isso que o Viomundo apóia o controle social dos gastos de publicidade de governos, órgãos e empresas públicas.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Vídeo

Esse é novinho. Maria Rita e Quinteto em Branco e Preto cantam "Num Corpo Só", de Arlindo Cruz e Picolé.

O novo disco do Nei Lopes


E quem lançou trabalho novo foi o grande Nei Lopes (trabalho musical, não livros). Chama-se "Chutando o balde".
E olha que o mestre surpreendeu. Nessa entrevista, concedida para o jornal O Tempo, Nei deu uma declaração que é uma crítica aos "xiitas" do samba. (E eu que achava que ele era um deles)
Aliás, essa história de briga entre as correntes do samba é interminável. Podiam simplesmente chegar a um acordo: existe samba bom e samba ruim. 

Grupo de acesso

O Império Serrano será a segunda escola a desfilar no Grupo de Acesso no próximo Carnaval. A Unidos de Padre Miguel começa o desfile às 19h. Veja a ordem definida em sorteio.

1- Unidos de Padre Miguel
2- Império Serrano
3- Império da Tijuca
4- Paraíso do Tuitui
5- Inocentes de Belford Roxo
6- Renascer de Jacarepaguá
7- Caprichosos
8- São Clemente 
9- Santa Cruz
10- Rocinha
11- Estácio de Sá
12- Cubango

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Abre aspas

Matéria que está hoje no site de O Dia traz algumas declarações polêmicas. Vamos a elas:

“Nosso forte é o samba romântico, mas o batuque é inspirado no Fundo do Quintal” - Dodô, vocalista do grupo Pixote

"Cada um faz seu tipo de samba, mas a árvore é a mesma, só estamos em galhos diferentes” - Belo

"Gosto de música boa. Esses grupos fazem muito sucesso porque falam a linguagem dos jovens. Quem ouve o som deles começa a pesquisar, descobre Paulinho da Viola, Cartola, que influenciaram todos nós” - Arlindo Cruz

“A chegada deles [pagodeiros] mostra o quanto a Lapa é democrática, nada a ver com um povo chato e xiita que só toca samba da década de 30 por lá. São Paulo e Bahia não têm um lugar como esse” - Dudu Nobre

A reportagem é sobre os shows de pagode que começam a acontecer na Lapa, tradicional reduto da boemia e samba no Rio. Leia aqui.
Amigos cariocas, o que acham disso?

quarta-feira, 27 de maio de 2009

A Fábrica de Sonhos

A notícia é meio velha, mas eu fiquei sabendo só ontem.

A prefeitura de São Paulo pretende fazer por aqui uma espécie de "Cidade do Samba" como existe no Rio de Janeiro. A ideia é juntar, em um só local, os barracões de 14 escolas de samba. Seria na Marginal Tietê, junto à ponte da Casa Verde, pertinho do Anhembi.

O custo é estimado em R$ 10 milhões e parte viria da iniciativa privada, por meio das chamadas Operações Urbanas que a prefeitura promove. Explicando: se uma construtora quer fazer um grande projeto (shopping, condomínio de prédios) que não se adequa a uma determinada região, a prefeitura permite, mas pede contrapartidas (alargamento de avenidas, etc).

A "Cidade do Samba" da terra da garoa já tem até nome: "Fábrica de Sonhos". O ideal seria que este local não abrigasse apenas os barracões, mas também tivesse recinto para shows, museu, enfim, um lugar pra quem gosta de samba!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Os deputados rotulados



Dois deputados federais são hoje chamados pela mídia de "deputado que se lixa" e "deputado do castelo". Trata-se de Sérgio Moraes (PTB-RS) e Edmar Moreira (sem partido-MG) respectivamente.

Moraes era relator do processo que é movido contra Edmar no Conselho de Ética e disse que "se lixava para a opinião pública" e para a mídia.

É curioso ver agora manchetes que não citam os nomes dos dois parlamentares, só os tratando com os devidos apelidos.

Desde o escândalo do mensalão alguns políticos, como o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), por exemplo, eram tratados apenas como "mensaleiros". Quando chegou a eleição, o resultado mostrou que a população "se lixou" para a mídia. João Paulo foi um dos mais votados no estado, o segundo no seu partido.

A própria reeleição de Lula mostrou que a grande mídia perdeu parte da influência que tinha sobre a opinião pública. O livro "A mídia nas eleições de 2006", organizado por Venício A. de Lima, mostra isso.

Ano que vem, Sérgio Moraes e Edmar Moreira tentarão se reeleger. Teoricamente, os dois têm todo dia o antimarketing dos jornais em cima dos seus nomes.

Será que os eleitores do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais vão "se lixar" para isso?

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Quarta quente!

A noite desta quarta-feira promete ser quente, tudo devido aos 2 grandes jogos pela Copa do Brasil. Corinthians x Fluminense jogam no Maraca, que deverá estar lotado, jogadores e técnicos trocam farpas desde a primeira partida.
Como venceu o 1º jogo, o Timão joga por um empate, o Flu precisa fazer 2 gols pra se classificar sem pênaltis.Quem passar, deve pegar o Vasco, que goleou o Vitória jogando em São Januário e que pode perder por até 3 gols na Bahia.
O outro grande jogo e até mais quente que o primeiro, acontece em Porto Alegre, Inter e Flamengo devem fazer o melhor jogo da Copa do Brasil até o momento. O time gaúcho ficou devendo futebol na primeira partida e precisa vencer pra se classificar.
O primeiro jogo foi 0 x 0 , com isso, resta um empate com gols para que o Flamengo avance as semi.
O adversário de quem passar será o Coritiba, que se classificou ao bater a Ponte Preta em Curitiba, pelo placar 1 x 0.

Volto na semana que vem, para analisar as semi da Copa do Brasil e as quartas da Libertadores.
Abraço!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Zé Pedágio não se cansa de privatizar

Zé Pedágio, como o jornalista Paulo Henrique Amorim apelidou o governador José Serra (PSDB), não se cansa de privatizar estradas. O problema não é esse. Vejam só o modelo proposto para o lote de rodovias do litoral norte.

Notícia da Folha Online
A ideia é destinar os recursos obtidos à duplicação das estradas, especialmente nos contornos e a começar pelo planalto na Tamoios. Mas, como a obra requer grandes investimentos, o governo estuda a possibilidade de arcar com parte das despesas, em uma PPP (parceria público-privada) patrocinada.
Cálculos do governo mostram que a arrecadação do pedágio não seria suficiente para cobrir as despesas com as obras. Também por isso, diferentemente dos outros casos de concessão, os consórcios não deverão pagar ao governo pela exploração do lote. “Temos que fazer com que o modelo seja atraente”, afirmou Arce
.


Ou seja, vai entregar para as empresas e, mesmo assim, será gasto dinheiro público para as obras, já que o modelo precisa ser "atraente".
Sou contra todas as privatizações de estradas, inclusive as feitas pelo governo Lula. Mas entregar e ainda ajudar as empresas a fazer as obras é demais.
Como sei que esse blog tem leitores de outros estados. Fiquem de olho em 2010!

terça-feira, 12 de maio de 2009

São Marcos


É isso mesmo, São Marcos!

Marcos mostrou mais uma vez por que ainda carrega a fama de santo.
O goleiro fez defesas incríveis durante todo o jogo evitando que o Sport fizesse o 2º gol o que eliminaria a equipe. No tempo normal, o Sport foi melhor durante toda a partida, pressionou o Palmeiras e foi premiado com um gol no final do jogo, Wilson, ex-Corinthians abriu o placar aos 36 min, após o primeiro gol , o Sport ainda teve a chance de definir a classificação, mas São Marcos estava numa noite iluminada e defendeu o chute de Ciro que ainda bateu na trave. Nos penaltis não deu outra, Marcos defendeu 3 penaltis,2 deles com a ajuda dos jogadores do time pernambucano que bateram muito mal.
Mas não interessa, o que importa é que o goleiro colocou o Palmeiras mais uma vez, nas quartas de final da Libertadores e daqui pra frente tudo pode acontecer.

Até quinta-feira!

Abraço.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Começou

Nilmar fez o gol mais bonito da 1ª rodada

Neste final de semana começou o Campeonato Brasileiro, que este ano promete ser um dos melhores dos últimos anos. Abaixo uma rápida análise dos times que vão brigar pelo título e pelas vagas na Libertadores. 

Paulistas - (Palmeiras/Corinthians/São Paulo) - estão com seus times bem montados há 1 ou 2 anos.

Gaúchos - (Inter/Grêmio) - O Inter no momento é o melhor time do Brasil, mesclando experiência e juventude, além de velocidade e cadência; o Grêmio vem muito bem na Libertadores e também já possui um bom elenco e ao contrário do Inter ainda deve se reforçar.

Cariocas - (Botafogo/Flamengo/Fluminense) - O Flamengo, atual campeão carioca, possui o melhor elenco entre os cariocas e além disso acaba de "ganhar" o Adriano como reforço para a temporada. Botafogo e Fluminense estão no mesmo nível. O Flu tem uma pequena vantagem por possuir um técnico experiente e alguns bons jogadores como Thiago Neves, Conca e Fred.

Mineiros - (Cruzeiro/Atlético) - O Cruzeiro é um dos grandes favoritos do campeonato. O time comandado por Adilson vem mostrando maturidade neste início de temporada, ao contrário do ano passado e com certeza chega entre os 4 melhores. O Atlético precisa contratar se quiser brigar por vaga na Libertadores. O time possui jogadores experientes , mas ainda precisa mostrar um padrão de jogo.

Resultados da 1º rodada:

Sport 1x1 Barueri
Palmeiras 2x1 Coritiba
Avaí 2x2 Atlético-MG
Corinthians 0x1 Internacional
Fluminense 1x0 São Paulo
Atlético-PR 0x2 Vitória
Cruzeiro 2x0 Flamengo
Santo André 1x1 Botafogo
Grêmio 1x1 Santos
Goiás 3x3 Náutico

Copa do Brasil

Definidos os confrontos das quartas de final:

Ponte Preta x Coritiba
Vasco x Vitória
Flamengo x Internacional
Corinthians x Fluminense

Favoritos para as semi: Coritiba x Corinthians ; Vitória x Inter

A Ponte Preta e o Vasco são as grandes supresas. Os dois times não disputam a Série A este ano.

O Corinthians tem padrão de jogo e Ronaldo, que continua desequilibrando.

O Flamengo tem bom elenco, mas encara o favorito da competição.

O Inter é o grande favorito disparado.

Libertadores

O São Paulo e o Nacional-URU já estão nas quartas de final. Chivas e San Luis, ambos do México, saíram da competição. A Confederação Mexicana alegou racismo, pois a Confederação Sulamericana não liberou jogos no país devido à gripe suína.

1º Rodada, oitavas de final:

Palmeiras 1x0 Sport
San Martín 1x3 Grêmio
Deportivo Cuenca 2x1 Caracas
Est. La Plata 3x0 Libertad
Defensor Sporting x Boca Juniors
Univ. de Chile 1x2 Cruzeiro

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Samba paulista no Sesc

As apresentações de lançamento do livro “Batuqueiros da Paulicéia”, do sambista Osvaldinho da Cuíca e do pesquisador André Domingues, neste fim de semana, ilustrarão a história da cultura popular paulista, com a participação de ícones do samba, entre eles, o Samba de Roda de Pirapora do Bom Jesus, reconhecida como capital do samba rural paulista. O grupo se apresenta no sábado, 9, a partir das 21hs na Chopperia do Sesc Pompéia.

A presença de convidados especiais nos quatro dias de lançamento (7, 8, 9 e 10 de maio) enriquecerão o repertório descrito no livro, relembrando músicas de antigos carnavais paulistanos, sambas de rua, sambas rurais e de sambistas históricos, entre eles o próprio Osvaldinho, com 51 anos de carreira. A programação do lançamento também conta com duas oficinas diurnas: “Memória Fonográfica do Samba Paulista”, ministrada por André Domingues, que se concentra em audições comentadas de gravações antológicas do samba de São Paulo e “Batucadas da Paulicéia”, ministrada pelo próprio Osvaldinho da Cuíca, que convida os participantes a explorarem o sotaque musical paulista a aprenderem os segredos de samba-de-bumbo, marcha-sambada, batuque de engraxates e tiririca.

A iniciativa do músico Osvaldinho da Cuíca de registrar as trilhas do samba de São Paulo desde o início do século XX até o presente traz o reconhecimento do samba vivo, comprovando a grandeza do samba paulista, pouco conhecido pelos próprios paulistas.

Os shows Batuqueiros da Paulicéia foram concebidos pelo Instituto Iniciativa Cultural (www.iniciativacultural.org.br), entidade nascida em fevereiro de 2007 que tem, entre os seus objetivos, o de produzir e incentivar gestões direcionadas ao resgate cultural e artístico, visando seu desenvolvimento e democratização ao acesso da população.

SERVIÇO:

Show e lançamento do livro “Batuqueiros da Paulicéia – Enredos do Samba de São Paulo (Editora Barcarolla)”, de Osvaldinho da Cuíca e André Domingues

Local: Chopperia do Sesc-Pompéia
Data: de 7 a 10 de maio
Horários: quinta, sexta e sábado, às 21h, domingo, 18h30

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Futebol Total II

Hoje começo listando os principais campeões estaduais de 2009, passando também pela Libertadores e Copa do Brasil.

Estaduais

SP - Corinthians
Campeão Invicto, 26º título
RJ - Flamengo
Tricampeão, 31º título, superando o Fluminense que fica continua com 30 conquistas.
MG - Cruzeiro
Campeão Invicto, 2 goleadas sobre o Galo nas 2 últimas disputas.
RS - Inter
Campeão Invicto, 39 títulos contra 35 do Grêmio.
BA - Vitória
Tricampeão
GO - Goiás

Libertadores
O Palmeiras iniciou bem a fase de oitavas de final. Jogando no Palestra Itália, bateu o Sport por 1 x 0 e agora joga por um empate na Ilha do Retiro. Depois que o time renasceu das cinzas na 1º fase, a equipe de Luxemburgo parece ter ganho corpo na competição e, se conseguir a classificação fora de casa, entra para o grupo dos favoritos.
São Paulo, Grêmio e Cruzeiro devem passar para as quartas sem muitas dificuldades.

Veja os confrontos dos times brasilbeiros nas oitavas de final:

05/05 21:15 Palmeiras 1 x 0 Sport

06/05 21:50 Universidad San Martín (PER) x Grêmio

07/05 22:00 Universidad de Chile (CHI) x Cruzeiro

Copa do Brasil

Todos os confrontos das oitavas de final:

05/05 21:30 Ponte Preta (SP) 2 x 1 Americano (RJ) - 1º time classificado
06/05 19:30 Icasa (CE) x Vasco (RJ)
06/05 21:50 Atlético-MG x Vitória (BA)
06/05 21:50 Corinthians (SP) x Atlético-PR
06/05 21:50 Coritiba (PR) x CSA (AL)
06/05 21:50 Fortaleza (CE) x Flamengo (RJ)
06/05 21:50 Internacional (RS) x Náutico (PE)
07/05 21:30 Fluminense (RJ) x Goiás (GO)

Jogos mais equilibrados:

Corinthians e Atlético - dois campeões estaduais, 1 x 0 e 2 x 1 classificam o Timão, mas o Atlético tem um time bem armado e vem pra jogar no contra-ataque.

Fortaleza e Flamengo - dois campeões estaduais, empate com gols classifica o Flamengo, mas o tricolor cearense joga em casa e promete ir pra cima, será um jogo aberto com muitas oportunidades.

Fluminense e Goiás - o time de Parreira, empatou no Serra Dourada e se classifica até com empate com menos de 2 gols, mas o Goiás vem embalado pelo título Goiano e promete atacar.

Até sexta-feira!
Abraços!

terça-feira, 28 de abril de 2009

As grandes ideias de Ivo Meirelles

Ivo Meirelles tomou posse hoje como novo presidente da Mangueira. Duas ideias que ele revelou logo de cara me impressionaram.

1-) "Quero que compositores do Brasil inteiro possam escrever samba na Mangueira. Acabou a ala fechada só para alguns. Quem quiser, poderá inclusive mandar o samba em MP3 para a gente escutar", disse.
Inclusive, a taxa de R$ 200 para pegar a sinopse do enredo não será mais cobrada.

2-) "Samba e funk caminham lado a lado. Eu preciso aproveitar os intervalos da bateria para conquistar a pessoa que frequenta a quadra. Por que não botar um funk, um axé, uma Ivete com DJ nos intervalos ou mesmo no final? Radicalismo comigo não funciona. Quero transformar o ensaio num espetáculo".

Este blogueiro só tem a dizer: "tirem as suas próprias conclusões".

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Futebol Total

E aí gente, voltei!

Andei meio sumido, mas vocês sabem como é, com essa "overdose" de jogos quase não sobra tempo para escrever, mas vamos lá!

Hoje trago um resumo dos principais campeonatos do 1º semestre: Paulistão, Copa do Brasil e Libertadores.

Paulistão
Após 4 grandes jogos, Corinthians e Santos chegaram a final (dias 26/04 e 03/05). Ambos revertaram a vantagem no 1º jogo. As duas equipes que se classificaram atrás de SP e PAL mostraram que no mata-mata tudo pode acontecer, e venceram também o 2º jogo.

Resultados:

Corinthians 2 x 1 São Paulo Gols:Elias e Christian (Cor); Miranda (Sao)

São Paulo 0 x 2 Corinthians Gols:Douglas e Ronaldo

Santos 2 x 1 Palmeiras Gols:Kléber Pereira e Neymar (San); Keirrison(Pal)

Palmeiras 1 x 2 Santos Gols: Madson e Kléber Pereira; Pierre (Pal)

Copa do Brasil


A zebra apareceu cedo este ano. Quarta-feira, na Vila Belmiro, o Santos foi eliminado pelo CSA-AL, placar agregado 1 x 0 para os Alagoanos. Por incrível que pareça, o time do técnico Vágner Mancini atuou com o time completo. Kléber Pereira e Ganso entraram no 2º tempo, mas nada puderam fazer. O melhor jogador da partida foi o goleiro Jéferson do CSA, que pegou até pensamento.

O Inter-RS mostrou que é um fortissímo candidato ao título. Jogando no Beira-Rio, o time não tomou conhecimento do Guarani-SP. 5 x 0 e classificação garantida. Após o título do campeonato Gaúcho, Tite parece ter o time na mão e com D´Alessandro, Tyson e Nilmar o Inter deve dar muito trabalho durante todo o ano.

Confira os confrontos das oitavas:
Vasco x Icasa
Vitória x Atlético-MG
Corinthians x Atlético-PR
Goiás x Fluminense
Americano x Ponte Preta
Coritiba x CSA
Flamengo x Fortaleza
Internacional x Náutico
Libertadores

Sem muita dificuldade, São Paulo, Grêmio, Cruzeiro e Sport se classificaram.
A grande dúvida é se o Palmeiras vai conseguir se classificar. O time enfrenta na última rodada o Colo-Colo fora de casa e precisa da vitória, no caso de empate o time chileno se classifica. Se isso acontecer Luxemburgo dificilmente se segura no cargo. Desde que chegou, o técnico já montou 2 bons times, mas só conquistou o Paulista-08, decepcionando nos outros campeonatos.

É bem provável que os times brasileiros se encontrem mais pra frente. Essa Libertadores, ao contrário de outros anos, está bem equilibrada. Além dos clubes brasileiros que estão com bons times, aposto em outros times pra reta final. São eles: Colo-Colo, Boca Juniors, Chivas e Defensor.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Pintura sem Arte

Candeia

Me sinto igual a uma folha caída
Sou o adeus de quem parte
Pra quem a vida é pintura sem arte
A flor esperança se acabou
O amor, o vento levou
Outra flor nasceu é a saudade
Que invade tirando a liberdade
Meu peito arde igual verão
Mas se é pra chorar, choro cantando
Pra ninguém me ver sofrendo
E dizer que estou pagando

Não, não basta ter inspiração
Não basta fazer uma linda canção
Pra cantar samba se precisa muito mais
O samba é lamento, é sofrimento, é fuga dos meus ais
Por isso eu agradeço a saudade em meu peito
Que vem acalentando os meus sonhos desfeitos
Jardim do passado, flores mortas pelo chão
Pétala, semente de paixão

Interpretação do Grupo Reduto